sexta-feira, 30 de abril de 2004

ROGER CRUZ

...E sem mais delongas, é a hora de mais uma edição do meu, do seu, do nosso...




Só dá Brasil! Mike Deodato Jr. estréia por aqui na próxima edição da revista do Hulk, em uma nova fase já consagrada nos EUA. A fera Ivan Reis também está em alta lá fora, após a sua escalação para a revista do Superman. Aproveitando esse momento favorável aos desenhistas brasileiros, vai aqui um especial sobre outro excelente artista gráfico: Roger Cruz.


O trabalho de Roger Cruz (que fez a capa de O Incrível Hulk #02), sempre teve uma bela exposição nos EUA, por conta de seus trabalhos para a Marvel, DC e, principalmente, por AQUELA capa da Victory.


Como o lado "Zéfiro" do trampo do Roger é mais discreto (claro né), grande parte das ilustrações aparecem sob a forma de commissions, experiências no Photoshop e até rascunhos. Sendo assim, vamos fuçar o lixo do cara antes que o caminhão passe recolhendo tudo. :)

Encarem como uma versão "nouvelle vague" do Coelhinhas. Tudo pela arte.
























Clique nas figuras para sua melhor comodidade visual



AH, SIM. JÁ IA ESQUECENDO...
(mentira)



Não, ainda não dá pra tirar uma conclusão 99% do novo/velho visual do morcego. No máximo aí uns 60%. Querem saber? Tô gostando muito! Ok, não estou vendo a logomarca no peito do herói, mas e daí? Se não aparecer mesmo, não vou morrer por causa disso. Bruce está em começo de carreira ali, é o Ano Zero dele. Aliás, eu até gostaria mesmo se não aparecesse nenhum símbolo. Isso provaria pela enésima vez a coragem do Chris Nolan, e que ele sim é o cara certo pra função de diretor. Chega de apostar em fórmulas pré-definidas! Para isso, já temos o novo do Aranha. O morcegão definitivamente não é pop, e todas as vezes em que quiseram aproximá-lo disso, deu merda. Vide a série antiga e os filmes do Joel Schumacher.

Já estava mais do que na hora de jogarem essa tralha toda no incinerador e recomeçarem do zero. Totalmente. Sem amarras apelativas, corporativas e sem fazer corpo-mole pra convencer o público que nunca leu uma HQ a ir ao cinema assistir. Está na hora de um filme para os FÃS, para quem CONHECE. F O D A - S E O RESTO!

Se Batman Begins for metade do que eu ando imaginando que seja...

Nenhum comentário: