sexta-feira, 19 de setembro de 2014

O Departamento de Aquisições informa:


A Saga do Monstro do Pântano: Livro Um foi removida por tempo indeterminado das nossas projeções orçamentárias.

Vamos esmerilhar... esse encadernado, logo esse, foi o auge negativo da distribuição desastrada da qual a Panini vem se servindo de uns tempos pra cá. Entre lançamentos setorizados, atrasos pavorosos, escassez ou simplesmente ausência dos produtos nos pontos de vendas, todas as regiões vêm sendo prejudicadas - inclusive RJ e SP.

Whoa.

Tranquilo, hoje temos as facilidades da aquisição via internet, mesmo descontando os chatos custos de envio. Mas e quando o pior de dois mundos se encontram? A Panini vem num ritmo de superaquecimento notável para o público e devastador para os bolsos. Priorizar virou palavra de ordem. E claro que nenhum leitor de gibis que se preze iria ser louco pra jogar o Monstro do Pântano do Alan Moore pra 2ª divisão. Ou não?

Talvez desencantado pela recepção que teve o encadernado Monstro do Pântano: Raízes vol. 1 - um material da Era de Bronze, vintage e extremamente segmentado -, o financeiro da editora achou que a obra que simplesmente estourou o escritor inglês no mainstream teria a mesma recepção meia-boca. O que parece um absurdo, eu sei. Mas tá aí a tiragem pingada (esgotada até na loja virtual), o material quase sem extras e o papel pisa brite que não me deixa mentir - apesar de simpatizar com certas ponderações românticas sobre isso, mas que não tira a impressão de tratamento anti-deluxe recebido pela obra.

É até engraçado acompanhar as reclamações no hotsite, evoluindo de edição pedestre para distribuição tenebrosa. E como malandro que é malandro não dorme, o resultado dessa bagunça fumegante não poderia ser outro.

Só me resta desencaixotar as edições em formatinho da Abril e pôr na ordem de leitura. Como era mesmo... começava em Superamigos, depois ia pra Super Powers e aí a série solo, né? Será que tenho todas?

13 comentários:

Luwig disse...

Dogg, de fato, chega a ser hediondo esse tratamento empregado pela Panini ao Monstro do Moore, ainda mais se você pensar detidamente na quantidade de material que a editora vem publicando com HCs de luxos desmedidos ou TPBs com preços camaradas e papel lwc para materiais questionáveis. Felizmente, consegui garantir o meu #1, mas foi num lance de sorte no próprio ML com o preço de capa. O que é detestável mesmo é esse elemento "evento" para tudo quanto que é reimpressão, quando em verdade deveria ser algo bastante natural, sobretudo para títulos que esgotam rapidamente e a coleção que se pretende e lança-se consequentemente, depende disso. Um bom exemplo acontece com Terra X, esgotada há anos, mas com Universo X e Paraíso X sobrando nas estantes porque ninguém encontra o tomo 1 da coleção. Ou mesmo aquela coletânea dos álbuns gigantes de Paul Dini e Alex Ross, que sumiu num piscar de olhos e hoje, tal como a primeira citada, pode ser encontrada no "mercado negro" pela bagatela de...

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-588329767-terra-x-rara-panini-_JM

Ou...

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-587274451-os-maiores-super-herois-do-mundo-panini-lacrada-_JM

E só pra ficar nisso mesmo, senão vou começar a falar de minha frustração pela descontinuidade da Liga de Morrison e aí já viu, né?!

Abração.

doggma disse...

Luwig, esses preços foram de arder a retina. É o monstro que a Panini vem alimentando fartamente há um par de anos. Ainda vai piorar muito isso aí.

A Panini quer impor um ritmo ainda incompatível com os padrões brasileiros e, mais ainda, com a distribuidora que contrata. Estamos longe de ter algo com um pentelhésimo do nível da Diamond, mas parece que não estão cientes disso.

O pior é quando escrevemos diretamente pra tentar um contato mais, digamos, intimista e produtivo entre negociantes, com direito à bom dias e desde já agradeços. E é como transar com um cadáver (acho). Eles nunca sabem o que se passa, nunca têm informações de nada, nem alternativas, previsões ou regras a recomendar. Como é possível alguém querer comprar e o comerciante não querer vender? É o maldito Soup Nazi?

Curioso é que não vejo isso acontecendo com a linha do Mauricio®, publicada por eles também. Por que $erá?

Henrique G. disse...

Foda, cara. Cansei de esquentar a cabeça com isso, pelo bem da minha saúde mental.
Agora, quando eles mandam uma dessas, eu só respondo: We have scan!

No mais, ótimo post, mesmo curtinho.

Té mais.

doggma disse...

Valeu, Henrique. Também já passei da fase, mas é que dessa vez com foi um dos prediletos da casa. Depois reclamam...

Pra fechar, recebi a resposta da central:

"Prezado cliente,

No momento não temos nenhuma informação sobre este titulo."

Luwig disse...

Dogg, por outro lado, eu não desistiria ainda dessa coleção do MP tão rapidamente. Como a pressão tá grande, é bastante provável que eles relancem o #1. Aliás, como esgotou, tenho a leve impressão que o #2 já tende a ser encontrado mais facilmente, visto que está em pré-venda há algumas semanas, e sem sinal de que deve ser "arrebatada" como a #1.

Mudando de pau pra cacete, que é que cê tá achando desse boom de coleções em HC? Salvat Marvel, Star Wars da Planeta de Agostini e, agora, da DC pela Eaglemoss... você está acompanhando alguma?

Comigo, elas têm despertado sentimentos muito complexo$, e vêm me tirando do sério, sobretudo essa listagem de graphics da DC. Cronologicamente abomináveis, muito embora o casting possua uns 20 clássicos.

A Salvat é um belo patê de merda que venho acompanhando desde o começo, inclusive - não me pergunte o motivo - comprando bagulhos repetidos. Parece que fico cego, inclusive, estou com o "Velho Logan" em minhas mãos aqui que não me deixam mentir.

Abração.

Luwig disse...

(*) http://loja.ligahq.com.br/a-saga-do-monstro-do-pantano-2.html

doggma disse...

Vamos ver o andar da carruagem. Provavelmente não resistirei se avistar o volume dois por aí. Não será a primeira vez. Sou o verme do zumbi.

Então... apesar dos pesares (a seleção da DC é irregular com força), vejo isso com excelentes expectativas. Estamos saindo do prezinho do mercado de HQs. Torço muito pelo sucesso dessas empreitadas. Quem sabe um dia veremos relançamentos menos clichês, como Homem-Máquina de Tom DeFalco, Herb Trimpe e Barry Windsor-Smith? Ou o DD da Ann Nocenti e do Romitinha?

Pessoalmente, por esse motivo dos bagulhos² me auto-ejetei da coleção completa da Salvat e seu belíssimo (e torto) painel. Mas sempre pego as sagas que não tenho, como "A Caçada de Kraven".

Complicado mesmo será resistir a "Velho Logan". Também tenho as edições mensais, que não é e nem nunca foi o lugar dela. E prevejo isso acontecendo num futuro próximo com o Gavião do Fraction.

Mas diz aí: devo ou não pedir os 4 encadernados do Castle fase Rucka? Tô perdendo alguma coisa fora o crossover meia-boca com o Matt e o Spidey?

Luwig disse...

Se hoje em dia é difícil ler uma história decente do Frank pós-Ennis/Max, imagino que a empreitada de escrever uma nesse contexto, deva ser nível pós-Queda de Murdock. Contudo, o Rucka é o Rucka, tem crédito na praça. Gostei do run, pena que houve um entrevero entre os "contratantes", e o destino final do Frank foi solenemente ignorado na fase seguinte de Nathan Edmondson*. Respondendo a sua pergunta, acho que vale à pena. Tem uns diálogos antológicos, acredite.

(*) Preste atenção nesse cara. Tem produzindo contos milico/assets/old spies/modafocas! Se ainda não conhece, dê uma boa olhada em Jake Ellis, Dancer e The Activity.


doggma disse...

Obrigado mesmo pelas impressões, Luwig. Já joguei no carrinho, junto com as Hellblazers de "Hábitos Perigosos" e "Sangue Real". O imbecil aqui deixou passar porque já tinha os volumes da Pixel, cujas capas são bem mais legais. Porém, não reparei que simplesmente deixaram de fora duas edições da 1ª e uma da 2ª.

Pixel... ainda causando estragos.

Luwig Sá disse...

Pense rápido, Dogg... MP #1 voltou a ser vendido na loja virtual da Panini. Corre lá!

doggma disse...

Putz, já tava até dando lance no ML, traindo o texto do post com um punhal nas costas.

Valeu!!

Henrique disse...

Foi só vir fazer um discurso aqui sobre como ter os scans fazem com que eu não me importe em ter as edições físicas, aí vou na banca hoje e dou de cara com duas edições do Monstro, e compreia-a, rs.

Aproveitando a discussão do amigo aí, acho que a fase Greg Rucka foi legal no Justiceiro, to com os 4 volumes aqui, e apesar de gostar, achei nada a ver a panini incluir aquela mini do Mercenário e a caça-níquel O Julgamento do Justiceiro.

Até mais, valeu!

doggma disse...

Henrique, timing é o que há. Agora quero ver quando vão soltar os próximos volumes de Raízes e da Saga do Moore. Porque a (MB)boataria tá correndo solta...