domingo, 12 de agosto de 2018

Neste Dia dos Pais lembre-se:

Pai é aquele cria. Que treina para a vida.


E que chora porque às vezes precisa fazer algo que vai doer mais nele que nos filhos.

Ps: maldito filme bom!

5 comentários:

Bernardo disse...

Sem muita esperança de ver a crítica aqui, mas sonhar não paga imposto, né?

Luiz Carlos Silva Marcolino Júnior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo olecraM disse...

A parte q concerne ao Thanos a Marvel caprichou literalmente, o filme e dele do começo ao fim e sim foi gostosa surpresa o desfecho final do filme mesmo sentindo falta do Adam. Abraço

Paulo Bala disse...

Bom... Thanos ficou bem tridimensional, mas a motivação malthusiana foi uma desgraça...

doggma disse...

Bernardo, um dia acordarei ultraprodutivo e farei todos esses posts que faltaram aqui nesses últimos anos! Afirmação no ritmo de eleição!

* * *

E aí, Luiz! Totalmente trágico, tem razão. É um take bem alternativo, mas deveras funcional ao meu ver.

* * *

Sr. alecraM! Pena mesmo ver descartada essa peça tão importante da saga nos gibis. E o final pós-créditos de Guardiões da Galáxia 2 havia aberto essa possibilidade. Tsc. Abraços!

* * *

Fala, Paulo Bala! Pô, Thomas Malthus? Aí tu pegou pesado. Mas essa aí também pode jogar na conta do Starlin:

https://4.bp.blogspot.com/-xEHX6llWC1Y/WtPcKgZBR8I/AAAAAAAAZB0/-c1vbqnESg0_YYzQBSOtlGoPx8d0oURmgCKgBGAs/s0/Sal%25C3%25A1ria.jpg

Abração!