segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Chris McNolan & seus Beagle Boys


Origem é um filmaço. É pop com neurônios, tem um título nacional imbecil mas que inadvertidamente preserva a surpresa da experiência e é bem mais simples do que insistem em complicar por aí. Nesse ponto, também achei que houve um excesso de explicações - fosse menos mastigado e um pouco mais subjetivo, não hesitaria em defendê-lo lá no cânone.

(Pobre Nolan... quando explicou de menos em The Dark Knight, os meros mortais também chiaram)

Mas o cerne do post é uma história do Tio Patinhas, publicada em 2002. Escrita pelo mito ambulante Don Rosa, "The Dream of a Lifetime!" tem um plot que só não é mais parecido com o de Origem porque, ao contrário do DiCaprio, o Donald é anti-herói por natureza.

Sei, Nolan já amaciava esse script há dez anos, etc e tal, mas as similaridades são várias e escandalosas. É ler pra crer.

Sem falar que é uma aventura das boas!

Um comentário:

joão thiago disse...

Fui assistir a origem duas semanas atrás e achei um filmaço. Sim, muita explicação, também acho, mas não diminui a qualidade do filme, que achei muito bem bolado. Nolan sofre sempre com seus críticos. Ele é muito mal interpretado, poxa! Só o que ele quer é fazer cinema de qualidade...