terça-feira, 2 de abril de 2013

"Nascidos para Sofrer" (os leitores da HQ)


E prevaleceu a teoria de um amigo: The Walking Dead até levou às telas o catártico arco do Governador e da Prisão, porém a AMC substituiu todas as ideias originais por outras novas e (muito) pioradas, resultando numa versão tão suavizada e hesitante que por pouco não ficou completamente irreconhecível. O resultado é essa blasfêmia que testemunhei. Anticlímax total.

Saideira melancólica de Glen Mazzara. E Robert Kirkman devia estar amarrado num paiol cercado por meia dúzia de biters para permitir essa tranqueira.

Num ponto de vista não-leitor, um "mais ou menos" tá de bom tamanho. Bola da vez boba e furada até, dada a experiência em se virar sozinha diante de situações bem mais extremas. Furambaça. A do caipirão foi muito mais significante, tocou mais, live fast-die young, Motörhead na veia e in loco. Mas essa...

Resumindo, a essa altura já estamos todos juntos à deriva na jangada da decepção, todos os nossos sonhos mais caros estão agonizando no chão da negligência e, sim, Rick ainda pode ensinar Carl a rebater uma bola de baseball - porém!, e sempre há um porém!, temos que considerar para melhor o que esse season finale raquítico significará a longo prazo.

Sou um maldito otimista disfarçado de pessimista.

Cotação da 3ª temporada:


Cotação do season finale:


Sem especialzinho dessa vez, pois o consenso praticamente pulou na minha garganta. Confabulações rigor mortis nos comentários.

10 comentários:

samurai disse...

Carl tem toda razão.
Do momento Kim Bauer vs Leão da Montanha da Andréa gostei quando ela pediu desculpas..no meu entender pra quem tava assistindo.





Luwig disse...

Pareceu pegadinha de 1º Abril...

E nos Sneak Peeks a coisa até que parecia promissora, mas aí viu, né?

- 99,9% de Andrea se foi com aquela morte abrupta de Dale;

- Daryl merecia seu momento Berserker, se merecia;

- Se não tinham um planejamento melhor para a invasão, que poupassem pelo menos aquele momento instigante de 'Home' (S03E10) pro Season Finale;

- Qual é o propósito de Tyreese agora? Aliás, havia algum ante a ausência velada do pacto suicida entre sua filha e o namoradinho?

- Enfim, descaracterização tacanha mesmo que vendam o seriado como uma versão alternativa do original. Pessoalmente, achei o momento mais decepcionante de toda a série foi quando o Rick voltou atrás quanto a sua "democracia chinesa" justificando-se pela decisão de jogar Michonne aos lobos.

- Pode anotar aí, farão desse Round 2 da prisão algo parecido com as vivências da Alexandria de Douglas Monroe.

- Sei não, fui um otimista até os 47 do segundo tempo, mas pra ser pelo menos um pessimista nesta próxima temporada eu teria que me furtar completamente da descrença que tenho com Scott M. Gimple, Gale Anne Hurd e Cia.

- É, ninguém está mesmo a salvo, nem a AMC.

- Quer extravasar? Veja 'Banshee' pra ontem! Negócio surtado de tão bom!

=======

P.S.

Vou preparar um texto sobre aquele lance, e mandar pra você.

Luiz André disse...

Esta troca desenfreada de showrunners e a necessidade de se superar na audiência de um canal a cabo pouco expressivo podem ser os pregos do caixão de uma série que tinha tudo para ir longe, independentemente do que é visto nos quadrinhos. Confesso que no início desta temporada, o hype sobre o Governador era tão grande que esperava um ser extremamente virulento e desprezível o qual colocaria Darth Vader (trilogia clássica), Hannibal Lecter, Coringa entre outros vilões no chinelo. Não foi o que aconteceu. Nem será, pelo andar da carruagem. Infelizmente, TWD se tornou aquela série que se assiste quase por inércia e, se melhorar ou piorar, já não importa mais: o importante é que acabe dignamente, ao contrário de certas séries que deixam mais perguntas irrespondidas do que respostas definitivas.

doggma disse...

Samurai: de fato. Infelizmente jogaram no lixo o grande potencial da personagem ainda poderia render em tela. E da atriz também que gosto muito, desde a época do Arquivo X, e teve que que se virar com a tremenda bananosa que lhe foi entregue em mãos. Mas, como que fazendo a tal "justiça poética", foi melhor abaterem mesmo tão surrada, modificada e desperdiçada personagem. Mesmo que daquele modo ridículo, preguiçoso e incoerente (parando pra conversar com o moribundo Milton enquanto ainda estava presa à cadeira?!?). Como diria monsieur Datenah, me ajuda aê!!

* * *

Luwigster, nem vi os s.peeks dessa temporada pra manter a expectativa quietinha na coleira - sem sucesso. Pelas partes:

99,9% de Andrea se foi com aquela morte abrupta de Dale;

- Ainda tinha forte impressão de que recolocariam Andrea de volta aos trilhos, mesmo sem o fator Dale. Enfim, ingenuidade talvez. Ou só o lado TWD-fanboy rosnando faminto.

Daryl merecia seu momento Berserker, se merecia;

- Certamente Daryl tinha que ter algum pay off ali. Foi inacreditável como ele mal apareceu durante a ação. Mais abaixo.

Se não tinham um planejamento melhor para a invasão, que poupassem pelo menos aquele momento instigante de 'Home' (S03E10) pro Season Finale;

- "Invasão" completamente omitida e desfocada, no máximo um entrevero impessoal ao extremo. Daonde vimos, apenas Glen e Maggie contiveram a investida - e detalhe, sem acertar uma bala em viv'alma. Os demais estavam virtualmente invisíveis. Terrível edição e direção pior ainda. Mal pude crer na ruindade nível Heroes 1st season finale.

Qual é o propósito de Tyreese agora? Aliás, havia algum ante a ausência velada do pacto suicida entre sua filha e o namoradinho?

- Tyreese era o badass do bando, ficou pendente após a loucura da filha, mas se manteve nos bons escritos de Kirkman e teve aquela saideira inesquecível. Não sei o que será dele na TV, já que tirando Glen e Maggie, ninguém ali faz amizade, namora, nada. Falta desenvolvimento, fazer com que o cliente se importe e sinta. Os caras de 24 sabiam a importância disso muito bem.

(...) Pessoalmente, achei o momento mais decepcionante de toda a série foi quando o Rick voltou atrás quanto a sua "democracia chinesa" justificando-se pela decisão de jogar Michonne aos lobos.

- É... dá a impressão que o roteirista novo pegou o script do roteirista anterior, não pescou o subtexto e continuou do jeito que bem (mal) entendeu. O resultado ficou totalmente desnivelado. Difícil não achar que foi uma baita desorganização interna ali. Isso ou então o Rick da TV é bipolar;

Pode anotar aí, farão desse Round 2 da prisão algo parecido com as vivências da Alexandria de Douglas Monroe.

- Cara, ainda tô me perguntando porque diabos não foi todo mundo pra Woodbury... inexplicável...

Sei não, fui um otimista até os 47 do segundo tempo, mas pra ser pelo menos um pessimista nesta próxima temporada eu teria que me furtar completamente da descrença que tenho com Scott M. Gimple, Gale Anne Hurd e Cia.

- Apesar de tudo, consigo enxergar da seguinte maneira. Shane foi um personagem que teve um notável desenvolvimento psicológico. Em relação à HQ, onde era profundo como um pires (e não pedia mais que isso), nem se fala. Na minha opinião, valeu a cozinhada que deram no sujeito. A conclusão dele foi épica. Da mesma maneira está sendo com o Phillip, agora sem um único parafuso na cabeça. Finalmente está parecendo o Governador que conhecemos. Isso posto, só posso esperar (e torcer) pelo melhor. O pior, que foi o mesmo demorado processo do Shane, já passou. Já, pelamordedeus.

É, ninguém está mesmo a salvo, nem a AMC

E nem a HBO pelo que andam falando os fãs do R.R. Martin. Eu tô de boa...

Quer extravasar? Veja 'Banshee' pra ontem! Negócio surtado de tão bom!

Banshee, The Following, Misfits, House of Cards, Black Mirror... tô no cu da cobra...

doggma disse...

Luiz (André), por alguns momentos realmente acompanhei por inércia, porém é inegável também que esta temporada teve seus pontos altos. Esse é o grande problema: está irregular. Não sei se é o ambiente conturbado dos criativos com os executivos da AMC, a dança de showrunners... a única certeza é que o material do Kirkman (que não manda porra nenhuma ali!) é potencialmente explosivo, como poucas seriam na transição - talvez Preacher e olhe lá. Então continua valendo, mais pela expectativa e menos pela retribuição. Isso, pelo menos, TWD-TV ainda não me tirou. Ainda...

Abraço.

samurai disse...

"- Cara, ainda tô me perguntando porque diabos não foi todo mundo pra Woodbury... inexplicável..."
Pra mim o unico persornagem "agindo" com alguma coerencia foi o Carl.
Apesar de ser um "não-leitor" entendo que não era pra ter terminado desse jeito.
Imagino que a falta de um "vilão" para a S04 seja a justificativa pro governador
surtar (!!!) Matar (!!!) e ir embora para alem do horizonte

Das series aih vi House of Card (fuderosa) e to tentando acompanhar the following...

William Rolim disse...

Lamentável como eu sempre digo quem é leitor da hq e assisti TWD é meio sadomaso , pois, de boa, não dá mais...

doggma disse...

Samurai, o pior é que a galeria de vilões do gibi é generosa e interessantíssima. Vide os predadores que Rick enfrenta logo depois do Governador. Contou até com um anticlímax no final, mas um excelente anticlímax (se é que isso é possível), visceral até o osso. Aliás, foi só ali que o Rick entregou a alma pra nunca mais ver. Na TV ele já fez isso há tempos, por motivos bem mais brandos, acredite.

E larga esse teclado e vá logo ler a HQ. Isto é uma ordem, soldado!

* * *

Fala, William! Opa, dependendo da dominatrix, tô dentro, rs. TWD tá vacilante pros leitores e a AMC não dá sinais de que vai melhorar o tratamento interno. Mesmo assim, agora, com a trama "zerada" e um novo showrunner, bate certa curiosidade pra ver se afinam a narrativa dessa vez.

Não estou bravo, só decepcionado. Já vi coisa muito mais enervante nessa longa estrada de séries. E, da mesma forma, fazendo muito sucesso, batendo recordes e com um séquito de fãs insistindo que era a última bolacha do pacote... as últimas temporadas de Lost, por exemplo. Afe, mãe.

Paulo Bala disse...


""Spoiler""
Brochada monumental. O que era para ter sido a apoteose (invasão da prisão) virou um embaraço inexplicável. POR QUE? COMO? QUEM FOI O FILHO DA PUTA? Como uma equipe técnica tão primorosa deixou rolar tantos erros simples. Foi triste.
Em tempo, impressionante como a morte de Merle foi mil vezes mais comovente que a de Andrea. Sinal claro de descaminho na condução do script.

Sentimento de desapontamento, só escapou Greg Nicotero e seus efeitos visuais e de maquiagem.

doggma disse...

Subscrevo vossas impressões, Paulo. Vai ser irregular assim lá na ilha de Lost.