terça-feira, 29 de julho de 2008

THE ZOMBIE NEXT DOOR

Estranho e cativante ao seu modo. I Love Sarah Jane é um curta australiano que participou da seleção oficial do último Sundance e vários outros menos cotados, como o Festival de Edinburgh e Cannes. Trata-se de um olhar sugestivo (e inusitado) sobre o tema "meu primeiro amor" e tudo o que eventualmente vem junto na bagagem: confusão, caos, bullying e... zombies.

A produção é caprichada e a criatura em questão é um primor de make-up (com um esmero detalhista chega a lembrar Zombie, clássico do Fulci). Mas o ponto forte é a narrativa cheia de sensibilidade com que o diretor Spencer Susser retrata Jimbo, um garoto de 13 anos que cai de joelhos pela Sarah Jane do título. Diante dela, Jimbo supera/esquece todo o cenário pós-apocalíptico, os monstros à solta, os valentões da vizinhança e, especialmente, as repelidas fulminantes de um cruel amor adolescente.

O roteiro é do próprio Susser e de David Michôd em pouco mais de onze memoráveis minutos. Algo como "garotos perdidos na terra do George A. Romero".

O curta, em inglês carregado de sotaque aussie matutão e legendas em italiano:



"My girl, my girl, my girl... talkin' 'bout my girl..."


MySpace do filme
Entrada pobre no IMDb


Aqui jaz dogg, nascido numa terça-feira.

5 comentários:

samurai disse...

Cara muito bom. Só uma pergunta como tu consegue desencavar estas coisas ?
Ja ficava impressionado com o que tu conseguia garimpar no saudoso espirito livre. Mas sempre que venho aqui tem alguma coisa nova. Sem falar nos reviews que voce faz.
Grande Abraço
Alessandro

X-dude disse...

ahahaha... mt bom seu jaguara...
Faço das palavras do Samurai as minhas... da onde vc tira essas coisas eim Robin... de onde vc tirou esse filme?

Fivo disse...

véri gudi! Boa! Em épocas em que não sabemos de refilmagem de quando a terra parou, desencavar essas pérolas é uma virtude.

doggma disse...

Ah, o espírito livre... digo, público... bons tempos. Valeu, Alessandro.

Ê, dude... tá muito engraçadinho pro meu gosto. Hã.

Fivo, se no dia que a terra parou tivesse zumbi (ou um Gort-zumbi), provavelmente eu saberia antes. Aliás... chegou a ver aquele Two and a Half Men com a Megan Fox de biquini?

Chico disse...

maneiríssimo, doggma!

abração